O Perdão

Entre tantos dons que o Senhor gentilmente nos concedeu, eu gostaria de destacar hoje o “Dom de Perdoar”, este dom maravilhoso e, algumas vezes, difícil de ser aplicado. Se você não tem o costume de usar esse dom, o início de um novo ano é um ótimo momento para colocá-lo em prática. Será que você vai levar por mais um ano aquelas desavenças que já deveriam ter sido perdoadas faz tempo? Um ano “novinho em folha”, mas que algumas vezes já nasce com feridas que não deixamos cicatrizar e isso não é nada bom. Essa atitude causa tanto mal para quem não perdoa quanto para quem não é perdoado.

Se você chegou até aqui, considere dedicar um “tempinho” ao Senhor “E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas. Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas.” (Marcos:11:25). E aí, como foi? Ainda não foi? Então vamos orar mais, e desta vez vamos pedir ao Pai Eterno que nos livre do”orgulho”. Um grande, senão o principal (ou até único) obstáculo para o perdão, certamente é o orgulho, ele luta com todas as forças para nos impedir de perdoar! E pior que muitas vezes ele sai vencedor! O discurso principal do orgulho é: “eu não vou me humilhar”, não é verdade? Mas saiba que “… o que a si mesmo se exaltar será humilhado; e o que a si mesmo se humilhar será exaltado.” (Mateus:23:12). Os humildes (de coração é claro, não vale da boca para fora) são gigantes de Deus! É isso mesmo, quando você passa por cima do orgulho você cresce espiritualmente e se esta for sua fraqueza, o Senhor te diz assim: “A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.”(2 Coríntios:12:9) e então você vai aprender que “…quando estou fraco então sou forte.”(2 Coríntios:12:10) e seguindo por este caminho você vai chegar ao ponto de, como Paulo,  dizer: “De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.” (2 Coríntios:12:10).

Deixe o Senhor trabalhar à vontade em sua vida, não resista, pois Ele é grandioso e tem planos especiais para você que é parte de Sua maravilhosa obra. Ele quer operar maravilhas em sua vida, não perca tempo com coisas pequenas que já se foram, há muito, mas você insiste em carregar! Já está na hora de colocar a mão no coração e dizer: “aqui começa a obra de Deus na minha vida!” Libere o perdão e volte a viver uma vida com Deus, em nome de Jesus! Que Deus o abençoe!

Se você chegou ao final desse texto e se identificou com o tema abordado, considere fazer esta pequena oração:

Amado Deus, graças Te dou por mais este dia e clamo a Ti: toma-me em Tuas mãos e trabalha em minha vida, quebranta meu coração e retira todo o orgulho que ainda se encontra arraigado em mim.  Renova o meu coração, conforme o Teu, para que eu possa liberar o perdão que, sozinho, não tenho conseguido. Em nome de Jesus, Amém!